EDUCAÇÃO

Voltar
13/05/2019 | 13h24 | Redação CCS/CAPES

CAPES mantém o pagamento de todas as bolsas em vigor


Todos os estudantes e pesquisadores que têm bolsa da CAPES em vigor terão os seus auxílios financeiros mantidos.

A afirmação é de Anderson Correia, presidente da CAPES, durante coletiva à imprensa nesta quinta-feira, 9. Ele também informou que o congelamento de bolsas ociosas representa apenas 1,75% do total de 200 mil benefícios destinados à pós-graduação e formação de professores da educação básica.

O presidente também anunciou que 1.224 bolsas ociosas de programas com nota 6 e 7 (os conceitos mais elevados na avaliação da CAPES), classificados como de excelência, serão reabertas para serem ocupadas. Ainda serão desbloqueados cerca de 100 auxílios destinados a doutorandos que estão retornando do exterior para concluir suas pesquisas. “Nessas duas categorias, o desbloqueio acontecerá ainda nesta semana”.

Na última quarta-feira, 8, a CAPES congelou 4.798 bolsas que não estavam sendo utilizadas no mês de abril. A medida é parte das ações da instituição para cumprir o contingenciamento na administração pública federal. “A decisão foi tomada para conseguir fazer um diagnóstico da situação para fazer ajustes pontuais”, explicou Anderson Correia.

Com os desbloqueios das bolsas de programa 6 e 7 e de doutorandos do exterior, o número de benefícios congelados vai baixar para algo em torno de 3,5 mil. “Essas ações poderão ser revertidas mais à frente caso haja descontingenciamento em função da melhoria da economia do País”, argumentou o presidente da CAPES. O diretor de Gestão, Anderson Lozzi, também participou da entrevista coletiva.

Compartilhe: