ENTRETENIMENTO

Voltar
03/10/2017 | 14h51 | Comunicação Setorial da Seduce Goiás

Canto 2017 – Primeira semana termina com casa cheia e sintonia com o público


Para encerrar a primeira semana da 18ª edição do Canto da Primavera, o público teve as apresentações no Cine Pireneus do maestro Otávio Henrique Soares Brandão e de Jarbas Cavendish acompanhado de Brasil in Trio. E a Igreja Nosso Senhor do Bonfim recebeu o quarteto Henrique Oswald.

 

Por vezes é difícil mensurar o privilégio que é estar no Canto da Primavera.  A Mostra que recebe artistas de dimensão nacional e internacional teve na manhã deste domingo, uma aula de música com o maestro Otávio Henrique Soares Brandão.

 

De forma didática, o maestro apresentava as interpretações e explicava sobre a decisão de tocar daquele jeito, “meio diferente”. Para ele, tocar de forma não linear é outro olhar que se tem da música. “Se você procurar, a maioria sabe tocar de forma linear. É assim, é lei. Agora, de formar não linear é uma interpretação diferente, é preciso saber muito mais”, afirma.

 

  O recital “Um Outro Olhar” apresenta músicas clássicas em uma roupagem não linear, isto é, em uma forma com múltiplos caminhos e que torna a interpretação única. Elucidativo, Otávio conversou com a plateia e abriu espaço para perguntas. Saiu do palco, dialogou, voltou se ao piano, mostrou uma composição de Bach de forma tradicional – linear e depois interpretou como era no seu olhar. Enfim, uma senhora aula de música para o público do Canto da Primavera 2017.

 

 Logo após, o chorinho tomou conta do Cine Pireneus lotado. O Brasil in Trio abriu o show com uma interpretação de Pixinguinha, no mais tradicional estilo do chorinho, violão, pandeiro e flauta. Com virtuosidade, o trio apresentou composições próprias e grandes sucessos do chorinho brasileiro. Para se somar à apresentação, o grande maestro Jarbas Cavendish subiu ao palco e a festa ficou completa.

 

Concerto intimista

 Pela segunda vez no Canto da Primavera, o quarteto Henrique Oswald deu um tom mais intimista ao tocar na Igreja Nosso Senhor do Bonfim, na manhã deste domingo. Todos são professores da Universidade Federal de Goiás e se apresentam pelo Brasil há dois anos. O quarteto que tem como objetivo divulgar a música do período romântico brasileiro, por isso, interpretaram grandes compositores nacionais como o Henrique Oswald, que dá nome ao grupo e Antônio Carlos Gomes. Em afinidade com o público, o grupo bastante aplaudido recebeu pedidos de bis e tocaram para encerrar a apresentação “Sonata O Burrico de Pau”.

Compartilhe: