Rodeio Show de Senador Canedo começou nesta sexta-feira

Voltar
23/05/2019 | 16h36 | Governo de Goiás

Secult normaliza cronograma do Fundo de Arte e Cultura


Governo de Goiás

A Secretaria de Cultura de Goiás publicou, nesta quinta-feira, dia 23,  no Diário Oficial do Estado de Goiás, o novo cronograma de avaliação dos projetos inscritos no Fundo de Arte e Cultura (FAC) 2018/2019. Com isso, o calendário volta a ter regularidade.

 

Conforme o novo cronograma, o período de avaliação dos projetos por parte dos pareceristas será de 4 de junho a 3 de julho. No dia 5 de julho será divulgada a lista com as propostas classificadas e não classificadas. O prazo para recursos vai de 8 a 12 de julho, sendo que a análise destes recursos ocorrerá entre 15 e 19 de julho.

 

A homologação e divulgação do resultado final do FAC será feita no dia 26 de julho. Já a entrega da documentação dos proponentes precisa ser feita entre 29 de julho e 22 de agosto.

 

“Retomamos a normalidade do cronograma. Os pareceristas serão contratados para analisar os projetos inscritos. Houve uma discussão na semana passada sobre a suspensão do processo. Na verdade, o que fizemos foi apenas a publicação de um aviso para garantir a regularidade do certame. Foi uma suspensão pontual e temporária até que recursos fossem desbloqueados e pudessem ser empenhados para contratar os pareceristas. Isso já foi resolvido”, explica o Secretário de Cultura, Edival Lourenço.

 

Fomento


Instituído em 2006 e regulamentado em 2012, o Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás é o principal mecanismo de fomento e difusão da produção cultural do Estado. Por meio de editais de seleção pública, lançados anualmente, o FAC possibilita que artistas, grupos e coletivos, produtores culturais e prefeituras recebam recursos diretamente do Governo do Estado, para realizarem projetos, nas mais diversas linguagens artísticas e áreas culturais, levando o nome do Estado, a diversos países, estados e cidades do Brasil.

 

Os Editais do FAC também investem em novos artistas, jovens e estudantes das variadas formações artísticas existentes no Estado.

Compartilhe: