JORNALISMO

Voltar
11/10/2019 | 15h52 | Governo de Goiás

Dados sobre sarampo em Goiás são atualizados


Governo de Goiás

Estado adota medidas contra a doença e executa um plano de contingência da doença no território goiano


A Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) atualizou nesta quinta-feira, dia 10, o boletim epidemiológico de sarampo no Estado. Ao todo já foram notificados 141 casos suspeitos da doença. Destes, 88 foram descartados e 49 seguem em investigação. Quatro casos foram confirmados, sendo um em Alto Paraíso, um em Posse e dois em Goiânia. Com a volta da circulação do vírus do sarampo no País, a Secretaria executa um plano de contingência da doença no território goiano.

 

Em 2019 as ações foram atualizadas e entre as atividades desenvolvidas estão o incentivo à vacinação de forma seletiva de pessoas não vacinadas, conforme recomendações do Ministério da Saúde – inclusive com atualização do cartão de vacinas de profissionais de saúde -, monitoramento e bloqueio vacinal dos contatos de casos suspeitos em tempo oportuno de até 72 horas, qualificação para atualizar os profissionais que atuam na rede de saúde sobre a doença, empenho do laboratório de referência (Lacen-GO) em liberar os resultados dos exames laboratoriais no menor tempo possível, entre outras.

 

Vacina


Nos próximos dois meses, uma Campanha Nacional de Vacinação contra a o Sarampo será realizada de forma seletiva e em duas etapas. De 7 a 25, segunda a sexta-feira, o foco da campanha são as crianças de seis meses a menores de 5 anos. O dia D – dia de mobilização nacional – será realizado em 19, sábado. A segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, tem o foco na população de 20 a 29 anos. O dia D ocorrerá em 30 de novembro. O objetivo é resgatar não vacinados ou completar esquemas de vacinação para a vacina Tríplice Viral. O Ministério da Saúde disponibilizou 230 mil doses da vacina Tríplice Viral para Goiás, destas 150 mil para rotina e 80 mil para a primeira etapa da campanha.

 

A procura pelas doses na primeira semana foi baixa. A cobertura vacinal de crianças de 1 ano de idade atual é de 86,60%. A meta é atingir 95%. Em Goiás, três municípios seguem com cobertura abaixo de 50% para crianças de 1 ano de idade, são eles Faina, Formoso e Novo Planalto. Todas as 246 cidades goianas estão abastecidas com doses da vacina. Pais e responsáveis devem procurar uma das mais de 900 salas de vacinação espalhadas por Goiás.

 

No Brasil, a responsabilidade do Programa Nacional de Imunizações (PNI), que trata da vacinação dos cidadãos, é compartilhada entre o Governo Federal (por meio do Ministério da Saúde), os Estados e os Municípios, por meio das respectivas Secretarias de Saúde. O responsável pela produção ou compra e distribuição das vacinas utilizadas no PNI para todos os Estados do País é o Ministério da Saúde. Os Estados, ao receberem as doses do Ministério da Saúde, se encarregam de distribuir proporcionalmente as vacinas pelos municípios. Por fim, as prefeituras se encarregam de vacinar a população nos postos de saúde. O objetivo é uma atuação conjunta para que a população fique protegida contra doenças.

 

Capacitações


A SES-GO realizou capacitações das ações de imunização na rotina e para a campanha de vacinação contra o sarampo com trabalhadores das 18 regionais de saúde do Estado e também com os municípios. Esses treinamentos foram presenciais e por meio da Gerência de Informações Estratégicas em Saúde – Conecta SUS e já atingiram 516 profissionais.


Mais informações: (62) 3201-3784 / 3201-3816 / 3201-3811

Compartilhe: