JORNALISMO

Voltar
29/11/2019 | 14h04 | Governo de Goiás

Hospital de terapias alternativas de Goiás é referência nacional do SUS


Governo de Goiás

Cremic é a única unidade de saúde pública a oferecer 18 práticas integrativas gratuitamente em um só local no País

 

Há 24 anos, Adelina e família usam práticas médicas integrativas, como fitoterapia e acupuntura, para tratar doenças que os acometem. Eles são pacientes do Centro Estadual de Referência em Medicina Integrativa (Cremic) desde 1995. Adelina procurou o local por ser próximo de casa e por oferecer atendimento e medicamentos gratuitos.

 

O Cremic, fundado em 1986, pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), é referência nacional, por oferecer assistência multidisciplinar e realizar atendimento fitoterápico e homeopático pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O centro oferece 18, dos 29 serviços previstos pela Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, do Ministério da Saúde.

 

A lista de terapias inclui auriculoterapia, ayurveda, arteterapia, aromaterapia, cromoterapia, florais de Bach, quiropraxia, acupuntura com eletroestimulação, reflexologia, massagem terapêutica, moxabustão, ventosaterapia, reike, homeopatia, meditação, musicoterapia, fitoterapia e yoga.

 

Segundo a diretora técnica, Mara Rúbia Ferreira de Freitas, o Cremic se destaca por oferecer práticas integrativas em um só local, como horto medicinal e produção de fitoterápicos. Até 20 de novembro, a unidade realizou 23.340 atendimentos. A média mensal é de 2.122 atendimentos.

 

Tratamento familiar

 

A aposentada Adelina Gonçalves Cabral, de 60 anos, procurou o Cremic para tratar da asma do filho Denis Leandro. Isso em 1995, quando o garoto tinha 9 anos. A terapia consistiu no uso de fitoterápicos. O menino melhorou e hoje, já adulto, não apresenta mais traços da doença. Em 2018, ele voltou à unidade, fez revisão e constatou que está tudo bem.

 

Para Adelina, o atendimento no Cremic é de alta qualidade e apresenta duas vantagens: é pelo SUS e os medicamentos são distribuídos gratuitamente, produzidos na própria unidade. Se precisar fazer algum fora, o preço é baixo. O neto Gabriel, de 8 anos, também se trata no local. Portador de hiperatividade, apresentava problemas também de estomatite e resfriados recorrentes. Com as gotinhas da homeopatia, o garoto equilibrou o seu quadro de saúde.

 

Atualmente, Adelina frequenta o Cremic uma vez por semana, onde se submete a sessões de fisioterapia. São massagens terapêuticas para cuidar da síndrome de túnel do carpo. Ela chegou a realizar tratamento alopático, com o uso de anti-inflamatórios, mas não apresentou melhoras. Retornou ao Cremic e se diz satisfeita com o tratamento. “Aqui eu me sinto em casa”, considera.

Compartilhe: