JORNALISMO

Voltar
30/04/2019 | 13h10 | Redação do Sebrae

Região da 44 fecha nesta quarta, mas reabre na quinta com expectativa de bom movimento


Compradores atacadistas já começam a movimentar a Região da 44 visando montar estoques para as vendas do Dia das Mães.

Galerias e lojas do polo de confecção e moda estarão fechadas neste feriado de 1º de maio, mas mesmo com feriado no meio da semana lojistas esperam alta no fluxo de compradores atacadistas e de varejo, em função da procura por presentes para o próximo Dia das Mães. Aumento na movimentação de turistas deve girar entre 12% e 15%, segundo estimativa a AER44. Muitos lojistas estão otimistas e esperam um aumento nas vendas de até 60%.

Compradores atacadistas já começam a movimentar a Região da 44 visando montar estoques para as vendas do Dia das Mães. Mesmo com um feriado no meio desta semana, quando as galerias e shoppings do polo comercial estarão fechados, lojistas estão otimistas com em relação às vendas. As semanas que antecedem o Dia das Mães são a segunda melhor época de compras na 44, perdendo apenas para os períodos que antecedem o Natal e o Ano Novo.

De acordo com o presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes, a expectativa é de que a região receba mais de 260 ônibus de excursões só nesta semana. “Esperamos também um aumento da movimentação dos compradores de varejo, já na primeira semana de maio. Nessa época é grande as compras no chamado atacarejo, pois muita gente que vem comprar um presente para a mamãe e acaba aproveitando o bom preço para levar mais peças”, explica o presidente da AER44.

Segundo Jairo, nas semanas antes do Dia das Mães o fluxo de visitantes chega a ter um aumento entre 12% e 15%. “Para a próxima semana esperamos uma maior movimentação dos compradores atacadistas. Já na semana que antecede o Domingo das Mães o fluxo maior deverá ficar por conta dos compradores de varejo”, explica o presidente da AER44.

Neomi de Souza Moraes, gerente comercial da Empórium Jeans, loja no Shopping Imperial, já comemora o aumento nas vendas em 60% em relação à semanas anteriores. Segundo ela, o período que antecede o Dia das Mães é sempre bom. “Nós vendemos no atacado e a nossa expectativa é das melhores, principalmente para a próxima semana, quando muitas sacoleiras e outros compradores atacadistas vêm à Região da 44. Esperamos que o movimento dobre”, afirma.

Jeans

Para atrair ainda mais compradores, a gerente diz que a loja estará fazendo uma promoção para a próxima semana com descontos que vão até 70%. “Resolvemos aproveitar essa época que antecede o dia da Mães e promos essa campanha para dar um giro no estoque”, explica a gerente.

Segundo Neomi, o jeans, segmento com a qual a Empórium trabalha, sempre tem grande procura nessas épocas comemorativas como Dia das Mães e Dia dos Pais. “É uma peça básica e que todo mundo pode usar no dia a dia, independente da idade. Portanto, é sempre uma boa opção de presente. Em nosso mix, além das calças, temos várias outras peças, como bermudas, shorts, macacões, além de camisas, tanto femininas quanto masculinas. Nas calças, temos dos modelos mais sensuais, os quais as mulheres gostam muito, aos mais clássicos”, descreve.

Otimismo

Trabalhando no ramo de confecção e moda há mais de dez anos, o empresário Robson Aparecido, que tem uma loja no Shopping 44, também está otimista para a movimentação gerada pelo Dia das Mães. “Já nesta semana, no fim de abril, percebi um aumento de 15% nas vendas. Para semana que vem acho que esse movimento deve ir para uns 50%”, avalia o lojista, que trabalha com vestidos e macacões femininos e vende no atacado e varejo. Segundo o comerciante e confeccionista, o movimento de atacadistas na Região da 44 deve ser grande até a quinta-feira que antecede o Domigos das Mães. “Depois disso, o fluxo maior fica por conta do varejo, que também traz boas compras”, diz.

Perguntado sobre que produtos devem ter mais saída nestas próximas semanas, ele explica que isso varia muito e que depende do estilo da mãe, mas acredita que, para os clientes de Goiás, a proximidade com a época do frio e com a Pecuária deve influenciar nas escolhas dos filhos na hora de presentear a mamãe. “O nosso inverno aqui coincide com a Festa da Pecuário de Goiânia, então acho que para o varejo, deve sair muitas peças como blusas de manga longa, os vestidos de tricô, que não esquentam muito mas protegem do frio que em Goiás não é muito rigoroso; e sem falar nas calças jeans e as botas longas que sempre têm boa saída nesta época”, esclarece Robson.

 

 

Compartilhe: